POSTS RECENTES

17 de abril de 2014

sobre indisciplina na Escola.

INDISCIPLINA NA REDE PÚBLICA
                Dá grande preocupação quando vemos a indisciplina tomar conta das escolas da rede municipal de Fortaleza e o pior de tudo é a completa falta de providência por parte dos gestores da rede municipal de ensino que preferem encher os professores de burocracia ao invés de se preocupar com sua segurança e satisfação na labuta diária. Hoje professores são desrespeitados e agredidos com palavrões por parte dos alunos tendo inclusive seus carros riscados além de sofrerem ameaça de violência ou agressão em função do desaparelhamento das escolas onde muitas não têm sequer um serviço de portaria que possa evitar uma possível invasão ou visita indesejável. É comum ocorrerem assaltos a professores dentro e fora das escolas e muita agressão por parte de pais e responsáveis pelos alunos que muitas vezes não tomam providência alguma no ritmo inadequado dos seus filhos nas escolas.
                Hoje a rede municipal de ensino carece de um serviço de acompanhamento dos alunos em termos de formação moral visto que muitos deles não têm isso dentro de suas casas diante da péssima formação cultural  que tem no cotidiano familiar. Vemos claramente que o sistema educacional da rede municipal de Fortaleza está cobrando assiduidade e pontualidade dos educadores o que é correto , mas tais providências deveriam se estender a alunos que muitas vezes tem significado apenas numérico para as estatísticas governamentais para distribuição da verba. Há uma completa falta de cultivo de respeito aos educadores que são tratados pelos alunos e seus pais como mercadoria sem valor ou como seres sem importância nenhuma na formação  de jovens e adolescentes o que traduz o marasmo educacional e a quase que completa falta de compromisso com o ensino e com a formação. Vemos muita burocracia e pouca pedagogia na rede pública municipal e os professores além de conviver com salas de aulas lotadas, inóspitas e sem condições de uma boa aula  o que gera o marasmo educacional já presente na realidade de Fortaleza.
                Os gestores da educação municipal devem bolar urgentemente um planejamento para redução da violência e no cultivo de valores nas escolas onde a grande brincadeira dos recreios é a de chute e agressão em todos os níveis de ensino. O sentido da educação deve mudar e os educadores devem ser auxiliados em seu processo de ensino com condições mínimas de desenvolver trabalhos , projetos e ações pedagógicas consistentes para gerar educação de verdade o que não vemos por parte dos que fazem a educação da cidade. Na realidade o completo desrespeito  com a educação deixa os professores na cova dos leões apenas com a palavra e a boa vontade e sem aparato algum para promover um bom ensino. O que vemos hoje é muita cobrança e pouca coisa que signifique um verdadeiro apoio que seria com acompanhamento dos alunos , conhecimento de sua realidade, presença de ação contra a violência que poderiam gerar mais respeito e consideração para os educadores que estão paulatinamente escasseando em função de uma profissão que além de ser muito mal remunerada é vítima de atitudes desrespeitosa dos governos , da sociedade, dos políticos e hoje até dos próprios alunos. Tudo isso está concorrendo para o verdadeiro caos instalado na educação de nossa cidade que precisa de educadores para dar –lhe  o sentido real...

FRANCISCO DJACYR SILVA DE SOUZA, PROFESSOR

Um comentário:

Skyline Spirit disse...

pretty nice blog, following :)