POSTS RECENTES

18 de setembro de 2017

PEÇA TEATRAL QUARTO DE BADULAQUES - O PENSAMENTO VIVO DE RUBEM ALVES

QUARTO DE BADULAQUES – O PENSAMENTO VIVO DE RUBEM ALVES
Entram em cena jovens com diversos objetos que depositam em um baú
Jovem 1 – Amo a vida , a música e  poesia.
Jovem 2 – Amo todas as coisas que me dão alegria;
Jovem 3 – Amo a natureza e a reverência pela vida;
Jovem 1- Amo a educação como fonte de esperança e transformação
Jovem 2 – Amo todas as pessoas, no entanto, tenho um carinho especial pelos alunos e professores
Jovem 1 – Amo a Deus, no entanto , tenho sérios problemas com o que as pessoas pensam ou dizem a seu respeito;
Jovem 2 – Amo as crianças e os filósofos – ambos têm algo em comum : fazem as perguntas
Todos juntos – AMO.. AMO...AMO... AMO... AMO...         
Saem de cena de mão dadas e deixam os objetos no baú.
Voz de Rubem Alves
Eu sou um educador. Um educador é uma pessoa  que ama as crianças, mas não basta amar as crianças. Ele tem de ter vontade de ensinar o mundo as crianças. Primeiro , porque o mundo é muito divertido e as crianças ficarão alegres de aprender o mundo. Segundo, porque é preicso a prender o mundo para a gente viver, para a gente fazer as coisas. Então eu sou um educador e tenho um jeito meu de ensinar . o meu jeito de ensinar é contando histórias. Eu sou um contador de histórias.

Entra em cena professores com roupas coloridas

Professor 1 – Inteligência não é saber das coisas, basta você ter uma boa memória. Há idiotas de memória perfeita que guardam todas as coisas.
Professor 2 – Os processos de  avaliação hoje procuram sempre obter as respostas...por que não  há provas que onde você não faz as perguntas e dá a resposta e pergunta...
Professor 3 – Sempre sonho no professor que mostra os espantos aos alunos.
Professor 4 – Professor de espanto?  Qual seria este professor
UM PAI E UMA FILHA
Filha – Pai estou desesperada, vou fazer o vestibular , não consigo decorar estas fórmulas , não consigo assimilar estas datas. O que faço?
Pai – Decore minha filha, decore, no entanto, de dou um alento, depois da prova – basta dois meses depois – tu não lembrarás de nada
EM CENA DOIS PENSADORES
Pensador 1 – Com uma gaiola na mão:
Há escolas que são gaiolas Há escolas que são asas. Escolas que são gaiolas existem para que os pássaras desaprendam a arte do vôo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, seu dono pode levá – los para onde quiser . Pássaros engaiolados sempre tem um dono. Deixaram de ser pássaros . Por que a essência dos pássaros é o vôo.
Pensador 2 – Abrindo a gaiola
As idéias do eu pensante são aves engaioladas, pertencem ao eu que faz com elas o que deseja. As idéias que moram no corpo  são aves selvagens quando desejam. Elas tem vontade e idéias próprias.
SAEM DE CENA E ENTRA DOIS VELHOS SENHORES E  TRÊS  CRIANÇA
Velho Senhor 1:  - Fui mau aluno : o que me era ensinado não era o que eu queria aprender . o que aprendi, aprendi andando pelo meu próprio caminho. Mas o que eu aprendia  nos meus caminhos não caia nas provas.
Velho Senhor 2:  Por que nossa escola vai mal? Falta de recursos? Não o que falta nas escolas hoje é imaginação. A maior pobreza da educação não se econtra na escassez dos recursos econômicos, mas na pobreza de imaginação.
Criança 1- Que aparelhos são esses?
Criança 2 – Pra que serve a trena ?
Criança 3  Por que a água que está embaixo da terra não cai se a terra é redonda?
Criança 1 – Por que os caramujos tem as linhas tão perfeitas em suas carapaças?
Criança 2 – Por que a água do mar é salgada?
Criança 3- Por que o ovo endurece quando ferve a água e a cenoura amolece?
Velho Senhor 1 – Parem! Parem ! Não me ensinaram isso na Escola.
ENTRA EM CENA UMA PROFESSORA
Professora – Estou com uma idéia de que é preciso criar um novo tipo de professor : o professor espanto ! Esse professor não precisa saber de nada ele fica apenas espantado. A missão do professor seria pegar os espantos e mostrar para as crianças. Os professores deveriam ser professores de espantos antes de serem professores que dão as respostas certas.
SAEM TODOS DE CENA E ENTRA EM CENA DOIS SENHORES LENDO JORNAIS E CONVERSANDO SOBRE A VIDA
Senhor 1 – Veja só esta página de esporte , veja a manchete de hoje Brasil campeão mundialde Futebol na Copa do MUNDO. POVO VAI ÀS RUAS  PARA COMEMORAR
Senhor 2 – Realmente nosso povo é vidrado em futebol. O futebol entusiasma as massas será que esses entusiasmo viria também para preservação da natureza? Para a educação ? para uma sociedade mais feliz? Para a luta contra o crime?
Senhor 1 – Veja só agora na página de FOFOCAS – NOVO BIG BROTHER tem milhares de participantes.
Senhor 2 – O nome Big Brother foi tirado de nova de George Orwell, em  1984 que falava de casas monitoradas por TV , um homem dormiu e sonhou um sonho proibido e falou durante o sonho. No outro dia ele foi para cadeia pelo que pensou. O Nome Big Brother soa como sinistro merecedor de medo , não de risos, mas quem lê George Orwell, aliás quem lê?
Senhor 1 – Veja agora na página de Política. MAS UM DEPUTADO PRESO POR CORRUPÇÃO( Sonho , não...)
Senhor 2 – Hoje nos parece que a os eleitores nem sabe o que está acontecendo nem sabem quem é quem. O que eles sabem são as montagens que aparecem na televisão., produzidas segundo a psicologia das massas , a mesma que usa para vender cerveja, sabão em pó e absorventes higiênicos. O resultado das eleições vai ser , na realidade , a entrega do Oscar ao melhor filme: ganha o melhor ator, o melhor roteiro,  o melhor diretor...
Senhor 1 – Veja agora na página de Educação( é brabo, querer uma página nos jornais para educação...). GOVERNO DESTINA 15 % DO PIB PARA EDUCAÇAO. PROFESSORES SERÃO OS PROFISSIONAIS MAIS BEM PAGOS DO PAÍS
Senhor 2 – É isso que sinto ao ver conversas sobre educação: ANGU QUEIMADO, COM FRANGO ENCRUADO. FEITO COM AS MELHORES PANELAS.
Senhor 1 – Agora vamos ver a página DE MEIO AMB IENTE. ACIDENTE NUCLEAR DEVASTA PROVÍNCIA JAPONESA.
Senhor 2 – Terminado o arrastão , a rede trazia uma infinidade de culturas do mar. Os pescadores ficavam apenas com os peixes grandes. E o que sobrou ? A gente deixa morrer.... Ao pegar as e pequenas criaturas que iam morrer vi que as crianças me acompanhavam no ritual e um pensamento me veio à mente: por vezes não é preciso dizer nada: basta fazer ...
Senhores saem de cena e entram crianças de escolas públicas.
Criança 1 – Por que meu professor tem que dar todo o programa ?
Voz de Fundo: A ESCOLA É BURRA E INCOMPETENTE PORQUE ELA NÃO FALA SOBREE AQUILO QUE É VITALMENTE IMPORTANTE PARA AS CRIANÇAS.
Criança 2 – Que tipo de escola tenho? Que tipo de escola mereço ?
Voz de Fundo: É COMUM DIZER – SE QUE A FUNÇÃO DAS ESCOLAS É PREPARAR AS CRIANÇAS E OS ADOLESCENTES PARA A VIDA. COMO SE A VIDA FOSSE ALGO QUE VIRÁ A ACONTECER . EM ALGUM PONTO DO FUTURO , DEPOIS DE ENTRAR NO MERCADO DE TRABALHO.
Criança 3 – Por que meu professor não responde minhas perguntas ?
Voz de Fundo : COMPREENDI QUE A ESCOLA NÃO TINHA LUGAR PARA AS CURIOSIDADES. EU ACHO QUE O OBJETIVO DA EDUCAÇÃO É ENSINAR AS CRIANÇAS E OS JOVENS QUE PENSAR NÃO É SOFRIMENTO. É COISA ALEGRE.
Criança 4 -  Por que minha aula é tão monótona ?
Voz de Fundo: EU SEMPRE ME PREOCUPEI COM AQUILO QUE AS ESCOLAS FAZEM COM AS CRIANÇAS . AGORA ME PREOCUPO COM AQUILO QUE AS ESCOLAS FAZEM COM OS PROFESSORES.
Criança 1 : Caro Mestre, Cara Mestre...Sei que lhe cobram programas , conteúdos e diários de classe... e a vida ?
Voz de Fundo: QUANDO FALAMOS COM UMA CRIANÇA . AS NOSSAS PALAVRAS VÃO GRAVANDO SABERES E SENTIMENTOS NOS VAZIOS DO SEU CORPO. EDUCADORES SÃO FEITICEIROS . USAM PALAVRAS PARA COMPLETAR AQUILO QUE A GRAVIDEZ E O PARTO DEIXARAM SEM CONCLUSÃO.
Criança 2: Professor acorde para a vida !
Voz de Fundo: A QUESTÃO NÃO É GERENCIAR O EDUCADOR . É NECESSÁRIO ACORDÁ – LO E PARA ACORDÁ – LO UMA EXPERIÊNCIA DE AMOR É NECESSÁRIA. O ACORDAR MÁGICO DO EDUCADOR TEM, ENTÃO , QUE PASSAR POR UM ATO DE REGENERAÇÃO DE NOSSO DISCURSO, O QUE SEM DÚVIDA EXIGE FÉ E CORAGEM PARA DIZER EM ABERTO OS SONHOS QUE NOS FAZEM TREMER.
Criança 3 : Professor por que me levas sempre ao laboratório?
Voz de Fundo: NÃO GOSTO DE LABORATÓRIO NAS ESCOLAS SUA FUNÇÃO  NÃO É ENSINAR CIÊNCIA. SUA FUNÇÃO É SEDUZIR OS PAIS. OS PAIS QUEREM SEMPRE O MELHOR PARA OS SEUS FILHOS E O QUE É MODERNO DEVE SER MELHOR. UMA ESCOLA QUE TEM LABORATÓRIOS DEVE SER UMA BOA ESCOLA. MAS OS LABORATÓRIOS, ANTES QUE OS ESTUDANTES , ENTREM NELES, JÁ ENSINARAM UMA COISA FATAL PARA A INTELIGÊNCIA CIENTÍFICA: QUE CIÊNCIA É ALGO QUE ACONTECE DENTRO DAQUELE ESPAÇO.
Criança 4 : Professor e o que é saber?
Voz de Fundo: EU PENSO NA EDUCAÇÃO AO CONTRÁRIO. NÃO COMEÇO COM OS SABERES. COMEÇO COM A CRIANÇA. NÃO JULGO A CRIANÇA EM FUNÇÃO DOS SABERES. JULGO OS SABERES EM FUNÇÃO DA CRIANÇA. É ISSO QUE DISTINGUE UM EDUCADOR. OS EDUCADORES OLHAM PRIMEIRO PARA O ALUNO E DEPOIS PARA AS DISCIPLINAS A SEREM ENSINADAS. EDUCADORES NÃO ESTÃO A SERVIÇO DOS SABERES. ESTÃO A SERVIÇO DOS SERES HMANOS – CRIANÇAS, VELHOS E ADULTOS.
Toca o recreio – sirene
Jovens conversam no recreio.
Criança 1 : Sabe a história do Ipê que o educador contava?
Criança 2: Não conta..
Criança 1: o educador diz que platou um Ipê em sua calçada.
Criança 3: Mas os ipês ao crescerem alongam os galhos para a calçada.
Criança 1: Isso mesmo, mas a beleza que ele proporciona quando está florado é única.
Criança 1: Pois é um dia ele viu que  os galhos do ipê tinham sido arrancados. Alguém que para passar ao invés de desviar preferiu arrancar os galhos que lhe atrapalhavam.
Criança 2: Simples , não é...A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o tolo vê...
Criança 3: O educador pensou assim: Horrorizamo – nos com criminosos. Milhares há que gostariam de juntar – se a eles. Se não o fazem é por falta de coragem. Cotentam – se em quebrar galhos de ipê.
Criança 4: Alguém que tem prazer de quebrar galhos de árvores sem necessidade , terá prazer também em fazer sofrer um animal ou uma pessoa.
Voz de Fundo:  VOU PLANTAR UMA ÁRVORE . SERÁ MEU GESTO DE ESPERANÇA. COPA GRANDE, SOMBRA AMIGA, GALHOS FORTES , CRIANÇAS NO BALANÇO... O MAIS IMPORTANTE DE TUDO: TERÁ DE CRESCER DEVAR, MUITO DEVAGAR . TÃO DEVAGAR QUE À SUA SOMBRA NUNCA ME ASSENTAREI.
Toca novamente a sirene.
Alunos agora em uma aula de artes
Professores artistas entram em cena :
Apresentador – Senhoras e Senhores, Há um educador, há muitas faces...O homem se eterniza quando educa. Educar é sempre uma forma do educador se imortalizar..Um educador não morre nunca.
Vivenciamos teorias e idéias sobre a educação.          Qual é o certo? Qual é o errado? Como pensar a educação. Com você as várias faces de um educador
Artista 1 – Pedestal com o nome Teólogo
EU leio os textos sagrados como quem lê uma poesia e não como quem lê um jornal. Quem lê jornal procura a verdade dos fatos. Eu procuro a beleza.
Artista 2 – Pedestal com o nome Sábio
Entra com uma garrafa e tira dela um papel e pronuncia estas idéias
Sentido da vida ?
O sentido da vida é simplesmente viver. Viver por viver ! As crianças sabem disso. Viver por viver é saber que a vida é curta, que o momento está cheio de possiblidades de beleza e amor, que ele nunca mais se repetirá , e que a única coisa que podemos fazer é agarrá – lo e bebê – lo como se fosse o último.
Artista 3 – Pedestal com o nome Filósofo
Os doutores nas coisas divinas sentenciaram que “cabeça vazia é oficina do diabo”. E chegaram a inventar rezas a serem repetidas como realejo, só para encher a cabeça , tão logo ela fique vazia. Pensavam que , por esse modo, enchendo a cabeça com palavras,  não ficaria espaço livre em que o diabo se alojasse. Eu discordo. Quando minha cabeça fica vazia, eu me vejo transformado numa criança , ponho – me a brincar. Brinco com as palavras. As palavra viram brinquedos.

Artista 4 – Pedestal com o nome teólogo
Tudo que vive é pulsação do sagrado. As aves do céu, os lírios dos campos...até o mais insignificante grilo, no seu cricri rítmico, é uma música do grande Mistério. É preciso esquecer os nomes de DEUS que as religiões inventaram  para encontrá – lo sem nome do assombro da vida.
Artista 5 – Pedestal com o nome Poeta.
O paraíso continua a existir como esperança nas palavras dos poetas. O corpo come pão para poder andar. Mas para poder voar, é preciso ter asas. A poesia são as asas da alma. A poesia, a mais humilde, é serva da esperanças.
Artista 6 – Pedestal com o nome CIENTISTA
Em todo ato de verdadeira criação científica. Quando uma visão do mundo é criado, existe um salto qualitativo. É necessário abandonar todos os auxílios do passado, porque o novo não é versão melhorada do velho. Um cientista se faz com olhos, curiosidade e pensamento.
Artista 7 – Pedestal com o nome SER POLÍTICO.
Os ratos entram no quarto dos queijos porque nós, cidadãos fazemos os buracos. Os ratos estão lá por culpa nossa. Os buracos através dos quais os atos entram são os nossos votos. Os ratos entram no quarto dos queijos democraticamente.
Toca a música AO MESTRE COM CARINHO ( ANGÉLICA )
Jovem comenta – A educação não pode ser pensada isoladamente ou meramente na visão economicista. Onde se aplica em educação está se fazendo investimento não gastos.
Entram em cenas mulheres com caixotes que formam os pilares da educação.
PRIMEIRO CAIXOTE APRENDER – MULHER FALA
A grande tarefa do professor é espantar as crianças, é espantar os adolescentes para que eles comecem a penar, porque é com o pensamento funcionando que vêm as idéias , as soluções, as grande iluminações que produzem o conhecimento. Então a primeira coisa para se aprender a aprender: ter a capacidade do espanto e a capacidade de  fazer perguntas.
COLOCA O PRIMEIRO CAIXOTE
SEGUNDO CAIXOTE  FAZER
A Inteligência não se encontra nem na partida nem na chegada. A inteligência se econtra na travessia. Pensei piamente em um currículo baseado no fazer. O que o fazer faz com a gente? Para Marx no trabalho o artesão vê a sua própria imagem. Ele é aquilo que ele fez. Fazer as coisas é tão bom…..quando a gente faz um trabalho bonito a gente se realiza..ficar sem fazer nada é tão tedioso.
COLOCA O SEGUNDO CAIXOTE
TERCEIRO CAIXOTE CONVIVER
Convivência não é disciplina que caia no vestibular. De modo que se o seu desejo  é passar no vestibular , talvez não seja necessário que você cultive a convivência . No entanto, eu digo para você : depois que você fizer o vestibular , você terá esquecido de tudo. Mas a convivência é um coisa que fica para o resto da vida. Não há matemática, física , química , história e geografia que seja mais importante que a convivência, porque o país não se faz só com ciência. Ciência é uma ferramenta nas mãos de uma pessoa ou de pessoas e essas pessoas que fazem o país. Portanto, a coisa mais importante de tudo que acontece na escola, aprender a conviver uns com os outros.
COLOCA O TERCEIRO CAIXOTE
QUARTO CAIXOTE  SER
Eu sempre falei sobre a educação do olhar. Como é que o professor olha para o aluno? Há olhares que têm o poder para destruir , a inteligência de um aluno pode ser destruída por um olhar zombeteiro. Há certos olhares que são proibidos. Olhar de raiva, olhar de zombaria, de caçoada. O que eu pediria de cada professor é que eles tivessem um olhar manso, nada mais do que isso. Que eles tivessem um olhar manso, porque se tiverem um olhar que produz medo, não haverá aprendizagem, por é impossível se aprender com medo.
COLOCA O QUARTO CAIXOTE E PRONUNCIAM AS FRASES A SEGUIR
A educação é magia , teologia, psicanálise, filosofia, música , poesia, política
Viva ADÉLIA PRADO, GUIMARÃES ROSA, FREDERICO NIETZSCHE, MANOEL DE BARROS, OCTAVIO PAZ , ALBERT CAMUS, SANTO AGOSTINHO , JORGE LUIS BORGES , FERNANDO PESSOA...
Viva a vida e viva a educação do olhar..
Por uma Pedagogia Romântica...
Entram em cena magos

Mago 1 – Temos que transformar a educação em algo mais prazeroso..o que fazer?
Mago 2 – que tal aumentar a carga horária?
Mago 3 – que tal aumentar o número de disciplinas?
Mago 4 – que tal investir mais?
Sábio se materializa e diz as seguintes palavras :
QUE LINDO E SIMPLES RESUMO DA TAREFA DA EDUCAÇÃO! PLANTAR JARDINS, CONSTRUIR CIDADES JARDINS, MUDAR O MUNDO, TORNÁ – LO BELO E MANSO. APRENDER CONSTRUINDO . APRENDER FAZENDO.  PARA QUE AS CRIANÇAS POSSAM BRINCAR. PARA QUE OS ADULTOS POSSAM VOLTAR A SER CRIANÇAS. E ESPALHAR SONHOS, PORQUE JARDINS , CIDADES E POVOS SE FAZEM COM SONHOS.
Mago 1 – Para que a educação mude ,temos que mudar...temos que amar...Um bom professor tem que ser um mestre de analogias. Um boa analogia é um flash de luz.
Mago 2 – Acho que para educar é preciso sentir a delícia de ver os olhos fascinados dos alunos.
Mago 3 – Professor: Trate de prestar a atenção no seu olhar ele é mais importante que seus planos de aula.
Mago 4 – Educadores são feiticeiros usam palavras para completar aquilo que a gravidez e o parto deixaram sem conclusão.
Sábio novamente se materializa
NA VERDADE O PROJETO DOS ADULTOS PARA COM AS CRIANÇAS NÃO É O DE FICAR PARECIDOS COM ELAS, MAS, MUITO AO CONTRÁRIO, DE FAZER COM QUE ELAS FIQUEM PARECIDAS COM ELES. E DÃO A ESSE PROCESSO O NOME DE EDUCAÇÃO. QUE CADA FILHO SEJA UMA CÓPIA DOS DESEJOS DO PAI E DA MÃE – E  NINGUÉM IMAGINA QUE A SALVAÇÃO ESTÁ JUSTAMENTE NO CONTRÁRIO, QUE SEJAMOS CAPAZES DE RECUPERAR A CRIANÇAS QUE MORA DENTRO DE NÓS.
Magos pronunciam palavras mágicas:
Ó ser maior do universo: Queremos um mundo melhor e esse mundo só virá com educação de qualidade baseada no sentimento.
ENTRAM EM CENA PERSONAGENS DO MUNDO DAS CRIANÇAS  -  TOCA A MÚSICA CORAÇÃO CIVIL DE MILTON NASCIMENTO.
PASSAM MENSAGENS NO TELÃO – sobre coisas que a educação pode mudar...


Nenhum comentário: